h1

Sal da Terra – I domingo da quaresma Ano C

20/02/2010

Folha Paroquial em pdf 
Sal da Terra, Folha In – Formativa, Paróquia Nossa Senhora das Dores – Sal, Domingo I da Quaresma - Ano C, Série: II – 65, «Nem só de pão vive o homem» 21 de Fevereiro de 2010

1 – INTRODUÇÃO

Caríssimos, sede bem-vindos a esta celebração do 1º Domingo da Quaresma. Hoje, a Palavra de Deus convida-nos a vencer todas as dificuldades que nos afastam do caminho do bem. São as experiências mais profundas do ser humano; são as experiências cruciais na vida de uma pessoa ou de um povo; são as experiências que decidem a vida e lhe dão sentido; são as experiências históricas e profundamente religiosas as que neste dia solicitam a nossa reflexão.

 

2 – CÂNTICO DE ENTRADA

Eis o tempo da conversão eis o dia da salvação

ao Pai voltemos, juntos andemos

eis o tempo da conversão.

Os caminhos do Senhor são verdade, e são amor

dirigi os passos meus, em Vós espero, ó Senhor! Ele guia ao bom caminho, quem errou e quer voltar;

ele é bom fiel e justo: Ele busca e vem salvar.

A palavra do Senhor, é a luz do meu caminho;

Ela é vida, é alegria: vou guardá-la com carinho! Sua Lei seu Mandamento é viver a caridade: caminhamos todos juntos construindo a Unidade.

 

3 – ACTO PENITENCIAL:

 

LITURGIA DA PALAVRA

 

4 – PRIMEIRA LEITURA [Deuteronómio 26, 4-10]

Monição: A primeira leitura convida-nos a eliminar os falsos deuses em quem às vezes apostamos tudo e a fazer de Deus a nossa referência fundamental.

Leitura do Livro de Deuteronómio

Moisés falou ao povo, dizendo: 4«O sacerdote receberá da tua mão as primícias dos frutos da terra e colocá-las-á diante do altar do Senhor teu Deus. 5E diante do Senhor teu Deus, dirás as seguintes palavras: ‘Meu pai era um arameu errante, que desceu ao Egipto com poucas pessoas, e aí viveu como estrangeiro até se tornar uma nação grande, forte e numerosa. 6Mas os egípcios maltrataram-nos, oprimiram-nos e sujeitaram-nos a dura escravidão. 7Então invocámos o Senhor Deus dos nossos pais e o Senhor ouviu a nossa voz, viu a nossa miséria, o nosso sofrimento e a opressão que nos dominava. O Senhor fez-nos sair do Egipto com mão poderosa e braço estendido, 8espalhando um grande terror e realizando sinais e prodígios. 9Conduziu-nos a este lugar e deu-nos esta terra, uma terra onde corre leite e mel. 10E agora venho trazer-Vos as primícias dos frutos da terra que me destes, Senhor’. Então colocarás diante do Senhor teu Deus as primícias dos frutos da terra e te prostrarás diante do Senhor teu Deus».

Palavra do Senhor.

5 – SALMO RESPONSORIAL [Salmo 90 (91)]

Monição: O salmo responsorial ressalta a confiança no Senhor no meio de uma experiência de medo e desespero.

Refrão: Estai comigo, Senhor, no meio da adversidade.

Tu que habitas soba a protecção do Altíssimo

e moras à sombra do Omnipotente,

diz ao Senhor: «Sois o meu refúgio e a minha cidadela:

meu Deus, em Vós confio».

Nenhum mal te acontecerá

nem a desgraça se aproximará da tua tenda,

porque Ele mandará os seus Anjos

que te guardem em todos os teus caminhos.

Na palma das mãos te levarão,

para que não tropeces em alguma pedra.

Poderás andar sobre víboras e serpentes,

calcar aos pés o leão e o dragão.

Porque em Mim confiou, hei-de salvá-lo;

hei-de protegê-lo, pois conheceu o meu nome.

Quando me invocar, hei-de atendê-lo,

estarei com ele na tribulação,

hei-de libertá-lo e dar-lhe glória.

 

6 – SEGUNDA LEITURA [Romanos 10, 8-13]

Monição: A segunda leitura convida-nos a prescindir de uma atitude arrogante e auto-suficiente em relação à salvação que Deus nos oferece: a salvação não é uma conquista nossa, mas um dom gratuito de Deus.

 

 

Leitura da primeira Epístola do apóstolo São Paulo aos Romanos

Irmãos: 8Que diz a Escritura? «A palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração». Esta é a palavra da fé que nós pregamos. 9Se confessares com a tua boca que Jesus é o Senhor e se acreditares no teu coração que Deus O ressuscitou dos mortos, serás salvo. 10Pois com o coração se acredita para obter a justiça e com a boca se professa a fé para alcançar a salvação. 11Na verdade, a Escritura diz: «Todo aquele que acreditar no Senhor não será confundido». 12Não há diferença entre judeu e grego: todos têm o mesmo Senhor, rico para com todos os que O invocam. 13Portanto, todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.

Palavra do Senhor.

7 – ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO [cf. Mt 4,4b]

Refrão: Louvor a Vós Rei da eterna glória

 

Nem só de pão vive o homem,

mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.

 

8 – EVANGELHO  [São Lucas 4, 1-13]

Monição: O Evangelho apresenta-nos uma catequese sobre as opções de Jesus. Jesus recusou radicalmente um caminho de materialismo, de poder, de êxito fácil.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas

Naquele tempo, Jesus, cheio do Espírito Santo, retirou-Se das margens do Jordão. Durante quarenta dias, esteve no deserto, conduzido pelo Espírito, e foi tentado pelo diabo. Nesses dias não comeu nada e, passado esse tempo, sentiu fome. O diabo disse-Lhe: «Se és Filho de Deus, manda a esta pedra que se transforme em pão». Jesus respondeu-lhe: «Está escrito: ‘Nem só de pão vive o homem’». O diabo levou-O a um lugar alto e mostrou-Lhe num instante todos os reinos da terra e disse-Lhe: «Eu Te darei todo este poder e a glória destes reinos, porque me foram confiados e os dou a quem eu quiser. Se Te prostrares diante de mim, tudo será teu». Jesus respondeu-lhe: «Está escrito: ‘Ao Senhor teu Deus adorarás, só a Ele prestarás culto’». Então o demónio levou-O a Jerusalém, colocou-O sobre o pináculo do Templo e disse-Lhe: «Se és Filho de Deus, atira-Te daqui abaixo, porque está escrito: ‘Ele dará ordens aos seus Anjos a teu respeito, para que Te guardem’; e ainda: ‘Na palma das mãos te levarão, para que não tropeces em alguma pedra’». Jesus respondeu-lhe: «Está mandado: ‘Não tentarás o Senhor teu Deus’». Então o diabo, tendo terminado toda a espécie de tentação, retirou-se da presença de Jesus, até certo tempo.

Palavra da Salvação.

 

9 – CREIO:

 

Creio em um só Deus

Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra

de todas as coisas visíveis e invisíveis.

Creio em um só Senhor, Jesus Cristo,

Filho Unigénito de Deus,

nascido do Pai antes de todos os séculos;

Deus de Deus, Luz da Luz,

Deus verdadeiro de Deus verdadeiro;

gerado, não criado, consubstancial ao Pai.

Por ele todas as coisas foram feitas.

E por nós, homens, e para nossa salvação,

desceu dos céus e se encarnou pelo Espírito Santo,

no seio da Virgem Maria, e se fez homem.

Também por nós foi crucificado

sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado.

Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras,

e subiu aos céus,

onde está sentado à direita do Pai.

E de novo há de vir, em sua glória,

para julgar os vivos e os mortos;

e o seu reino não terá fim.

Creio no Espírito Santo,

Senhor que dá a vida,

e procede do Pai e do Filho;

e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado:

Ele falou pelos profetas.

Creio na Igreja,

una, santa, católica e apostólica.

Professo um só baptismo

para a remissão dos pecados.

E espero a ressurreição dos mortos

e vida do mundo que há de vir.

Amem.

10 – ORAÇÃO UNIVERSAL

Caríssimos irmãos e irmãs: Oremos pela Igreja, pelo mundo e por nós próprios, para que saibamos resistir a Satanás, respondendo-lhe com as palavras de Jesus, e digamos (ou: e cantemos), humildemente:

Resposta: Renovai, Senhor, o vosso povo.

1. Pelo Papa N. e pelos bispos a ele unidos, para que a Palavra, que é viva e eficaz, os sustente, os encoraje e lhes dê força, oremos, irmãos.

2. Por todos aqueles que são tentados pelo poder, pelo dinheiro, pela violência e pela maldade, para que lhes saibam resistir com fortaleza, oremos, irmãos.

3. Pelos emigrantes e estrangeiros maltratados e pelos que vivem errantes e sem pátria, para que o Senhor os defenda dos perigos, oremos, irmãos.

4. Por todos os homens e mulheres que crêem em Deus e pelos que O procuram de todo o coração, para que só a Ele sirvam e a Ele se entreguem, oremos, irmãos.

5. Pelos cristãos e movimentos da Paróquia, para que se deixem conduzir pelo Espírito, na oração, no perdão mútuo, no amor aos pobres, oremos, irmãos.

(Outras intenções: catecúmenos adultos; grandes problemas mundiais …).

Escutai, Pai santo, as súplicas dos vossos filhos, que Vos querem servir e adorar, e, em comunhão com Jesus, que foi tentado, permiti que saibamos proclamar que só Vós sois nosso Deus e nosso Pai.

Por Cristo, nosso Senhor.

 

LITURGIA EUCARÍSTICA

 

11 – APRESENTAÇÃO DOS DONS

Converte o meu coração. Eu quero reconhecer! Ensina-me a ser irmão dos pobres e oprimidos.

Confesso o meu egoísmo. Eu penso de mais em mim. O sim para mim é não:

E se dizes que sim eu insisto que não.

Converte o meu Coração

aos pobres a quem tanto amas,

a ser também pobre me chamas,

converte o meu coração. (bis)

Converte o meu coração eu quero que abras o meu, Ensina-me a ser irmão daqueles que não tem nada.

Confesso o meu comodismo.

É muito mais fácil dar do que se comprometer

e de facto mudar e de novo voltar.

 

12 – SANTO

 

Santo, Santo, Santo, Senhor Deus do Universo.

O céu e a terra proclamam a Vossa glória.

Hossana nas alturas.

Bendito O que vem em nome do Senhor.

Hossana nas alturas.

13 – CORDEIRO

Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo,

tende piedade de nós.

Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo,

dai-nos a paz

14 – COMUNHÃO

É Jesus Cristo, é Jesus Cristo,

É Jesus Cristo que comungas neste pão.

Irmão amigo, que te abeiras desta mesa,

crê em Jesus, põe de lado a tristeza.

Jovem sedento, de encontrar um ideal,

crê em Jesus, fonte de vida imortal

Trabalhador, tu que lutas p’ra viver,

crê em Jesus que por ti veio morrer.

 

15 – FINAL:

É Tempo de ser esperança.

É tempo de comunicar.

É tempo de ser testemunha de Deus!

Neste mundo que não sabe amar. (bis)

Quando eu vejo que existe no mundo esta falta de paz os cristãos com vergonha de ser como Cristo pediu, tanta gente buscando a verdade em caminhos sem Deus, vou gritando com todas as forças de que sou capaz.

 

Recomendamos a leitura do livro “O Manual da Boa Educação de Paola Dessanti, Paulus editora. Um cheirinho “A vida tipo far-west. A vida no far-west era um duelo continuo. Cada cowboy vivia na suspeita de que algum mau carácter quisesse mostrar que era dono de um revólver mais rápido do que o seu. Por lá, dormia-se sempre só com um olho; cada nova cara era analisada com inconfundível suspeita; andavam todos nervosos; e os revólveres disparavam com uma frequência impressionante. Mas hoje já não vivemos no far-west: dizemos que respeitamos os direitos de todos, até mesmo os das pessoas que são de raça [cultura], língua ou religião diferentes das nossas; e reconhecemos que já lá vai o tempo de termos de fazer justiça pelas nossas próprias mãos. E no entanto… E, no entanto, há gente que parece ter vindo do far-west: os arrogantes, os presunçosos, …”

Leituras próximo Domingo II da QuaresmaPrimeira Leitura: Génesis 15, 5-12.17-18; Salmo: 26; Segunda Leitura: Filipenses , 3,17-4,1;Evangelho: São Lucas 9, 28b-36

Será uma boa ajuda. Assistimos neste momento, entre nós, muitos atropelos no que diz respeito: à Comunicação (como cumprimentar, como não se deve cumprimentar, quem devemos cumprimentar, apresentações; tu ou Você?); à Arte da conversação (conversar é comunicar; Qualidades necessárias; Compostura; Tópicos de uma conversas; O que se deve evitar); aos Meios de comunicação (A educação também se nota através do “fio”, cartas/Ofícos, postais e cartões, e-mails; em Família (como evitar uma vida infernal, o que [não] se deve fazer, espaços comuns, o quarto, festas); à Mesa (como comer (e beber) É de lamentar situações flagrantes de falta de civilidade reinante entre nós. Não vamos pensar/dizer que é ser antiquado/conservador apelar/recomendar a leitura do “Manual de Boa Educação”. Não estamos neste momento, em Cabo Verde, a recolher/pagar o que foi semeado/ensinado? Pensemos nisso.

Leituras próximo Domingo II da Quaresma

Primeira Leitura: Génesis 15, 5-12.17-18; Salmo: 26; Segunda Leitura: Filipenses , 3,17-4,1;

 

Evangelho: São Lucas 9, 28b-36

Paróquia de Nossa Senhora das Dores

Caixa Postal 15 – Espargos – Ilha do Sal – Telefone/Fax 241 13 89

Email: paroquiasal@hotmail.com

About these ads

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: